Morrer

… Aprender a morrer é tarefa dum ser que vive.
Aniquilar fórmulas prontas de pensar e de agir,
regurgitar agonias, em meio a xícaras de café com leite… Continuar lendo Morrer

Anúncios

Fúnebre

Um homem jazia fechado num saco mortuário branco, em frente à câmara de Lisboa. Seu cadáver era velado por uma idosa que, entretanto, deixou-o, provavelmente após lhe oferecer uma prece. Supus que o defunto estava à espera de quem o levasse dali, que ele era um velhote querido e que seu passamento fora rápido. Seria aquela senhora sua viúva? Um policial, posicionado a cerca de dois … Continuar lendo Fúnebre